Menu

Polícia prende suspeito de estuprar vítima após marcar carona pelo  WhatsApp

16 MAI 2018
16 de Maio de 2018
A Polícia Civil, por meio da DPCAMI Chapecó, com auxílio dos policiais civis da Central de Plantão Polícia , realizou a prisão, na tarde de ontem, 14, do suspeito de estuprar uma jovem após combinar carona de Concórdia para Chapecó pelo WhatsApp.

A Polícia Civil havia representado pela prisão do suspeito, a qual foi deferida na sexta-feira, dia 11. De posse do mandado de prisão, a equipe de investigação realizou a abordagem e prisão do suspeito. Ele negou os fatos.

O reconhecimento do investigado foi realizado pela vítima, que confirmou se o homem o autor do abuso.

Relembre

A vítima, uma jovem de 18 anos, estuda em Concórdia e contou à polícia que faz parte de um grupo no Facebook chamado “Caronas Chapecó Região”. Na sexta-feira, ela teria solicitado no grupo se haveria alguém que iria para Chapecó nesse dia, então um integrante do grupo se ofereceu para dar carona e após chamou a vítima no Whatsapp, onde combinaram os horários.

De acordo com a PM, a jovem contou que o homem, de 31 anos, passou na sua casa e seguiram para Chapecó. Segundo o relato da estudante, quando estavam próximos da cidade, o homem teria desviado para uma estrada de chão, próximo à rodovia e ameaçou ela dizendo que a mataria se ela não fizesse sexo com ele.

O homem teria tomado o celular da jovem para que ela não ligasse para ninguém. Após praticar o abuso, o suspeito devolveu o aparelho. A vítima contou à PM que o homem teria oferecido uma motocicleta, ou que ela repassasse uma conta para que ele depositasse um valor em dinheiro para que ela não contasse a ninguém.

Ainda segundo o relato da jovem, depois de tudo, o homem a deixou próximo à casa de seu namorado, já em Chapecó. Lá, a vítima ligou para a PM, por volta das 22h53 e informou a situação.
Voltar
Tenha você também a sua rádio